In company

Faturamento SUS - Internação Hospitalar e Atendimentos Ambulatoriais - Turma Hospital Pedro Ernesto

OBJETIVO DO CURSO

a) Dar uma visão geral do mecanismo de funcionamento do SUS no que se refere ao faturamento de internação hospitalar.
b) Reciclar/capacitar seus profissionais nas técnicas e rotinas de Faturamento SUS – Internação Hospitalar.
c) Melhorar os resultados do faturamento, a partir dos conhecimentos e habilidades adquiridas no curso.
d) Melhorar as rotinas de faturamento da instituição, considerando as melhores práticas de mercado tratadas durante a realização do curso.
e) Reduzir as glosas da instituição por execução de rotinas de trabalho com inconsistências.
f) Discutir os principais conceitos relacionados a faturamento SUS - Internação hospitalar e os métodos de cobrança dos serviços.
g) Apresentar e discutir melhores práticas para a cobrança dos procedimentos e serviços em uma entidade hospitalar.
h) Apresentar e discutir as melhores práticas para a troca de informações entre o faturamento e as áreas produtivas.
i) Apresentar as rotinas fundamentais para uma cobrança eficiente e redução de glosas.
j) Fornecer aos profissionais de faturamento ferramentas para a execução de suas atividades para potencializar o faturamento hospitalar.

PÚBLICO ALVO

Para os profissionais do Hospital Univesitário Pedro Ernesto

PROGRAMA DO CURSO

CURSO: Faturamento SUS - Internação Hospitalar: Técnicas e Rotinas que Reduzem Glosas e Aumentam o Desempenho Financeiro da Instituição de Saúde

CARGA HORÁRIA: 16 horas

1. O faturamento e seus objetivos em uma Instituição de Saúde
2. O setor de faturamento, seus subsetores e suas atividades

3. A integração do faturamento com as demais unidades hospitalares
4. Setor de faturamento e a melhoria de processos hospitalares
5. Tipos de faturamento
6. Situação dos hospitais que atendem SUS

7. O Sistema Único de Saúde
7.1. O Sistema Único de Saúde
7.2. Os princípios constitucionais do SUS
7.3. O macrofluxo do SUS dentro e fora do hospital
7.4. Portarias e instrumentos normativos que regulam o SUS
7.5. Habilitações hospitalares
7.6. Manual SIH
7.7. Recursos do fundo a fundo
7.8. Entenda o que é PAB, MAC e FAEC
7.9. Prontuário do paciente, suas composições e regulamentações
7.10. Dados e documentos que compõem o prontuário
7.11. Importância do prontuário

8. Aprendendo a faturar
8.1. Fluxos e processos de documentação
8.2. Tabela Unificada de Procedimentos – Regras de Utilização (SIGTAP)
8.3. CNES- Importância do Preenchimento e atualização do SCNES
8.4. Procedimento x CID
8.5. Procedimento x CBO
8.6. Procedimento x Serviço/Classificação
8.7. Solicitações e liberações
8.8. Sistemas DATASUS (Download/instalação/exportações)
8.9. Sistemas DATASUS Ambulatoriais
8.10. O arquivo leia-me

9. Faturamento de Internação
9.1. Faturamento de Internação
9.2. O que é faturável na internação clinica e cirúrgica
9.3. Fluxo de internação dos usuários do SUS
9.4. Processamento da Informação do atendimento no SUS
9.5. Laudo para solicitação de internação- AIH
9.6. Emissão da AIH
9.7. Numeração de AIH
9.8. Apresentação da AIH no SISAIH – Sistema do Prestador
9.9. Valores SH e SP na AIH
9.10. Emissão de nova AIH para um mesmo paciente na mesma internação
9.11. Especialidade do Leito/Caráter de atendimento/Motivo de saída/Permanência/Alta
9.12. Solicitação de mudança de procedimento
9.13. Tratamento de Politraumatizado
9.14. Cirurgias Múltiplas
9.15. Tratamento de AIDS
9.16. Registro de diárias nas AIH
9.17. Permanência a maior
9.18. Atendimento clínico (consulta/avaliação em paciente internado)
9.19. Quantidade máxima de procedimento na AIH
9.20. Quantidade máxima de OPM (compatibilidade)
9.21. Diálise Peritonial e Hemodiálise
9.22. Tomografia computadorizada e ressonância magnética
9.23. Estudos Hemodinâmicos
9.24. Hemoterapia
9.25. Transfusão sanguínea
9.26. Fisioterapia
9.27. Radiologia
9.28. Ultrassonografia
9.29. Patologia Clínica
9.30. Anatomia Patológica
9.31. Registro de anestesia na AIH
9.32. Órteses, próteses e materiais especiais – OPME
9.33. Acidente de trabalho
9.34. Videolaparoscopia
9.35. Atendimento em obstetrícia
9.36. Atendimento em pacientes queimados
9.37. Pacientes sob cuidados prolongados
9.38. Tratamento de tuberculose
9.39. Tratamento de hanseníase
9.40. Tratamento em reabilitação
9.41. Diagnóstico e/ou atendimento de urgência em clínica médica, pediátrica e cirúrgica
9.42. Internação Domiciliar
9.43. Registro de medicamento na AIH
9.44. Transplantes
9.45. Agravo de notificação compulsória
9.46. Alta por óbito
9.47. Verificação de habilitação do estabelecimento
9.48. Curativo Grau II
9.49. Compatibilidade e excludências
9.50. Solicitação de liberação de crítica no SISAIH01
9.51. Diárias de Acompanhante
9.52. Protocolos clínicos
9.53. Terapia nutricional

10. Extração de Informações
10.1. A segurança de um backup
10.2. Inconsistências comuns no processamento do faturamento
10.3. A crítica da produção antes do gestor
10.4. Compare relatórios, verifique possibilidades
10.5. Informações sobre saúde (Índices e Indicadores)
10.6. Apresente resultados, gere gráficos, proponha melhorias


CURSO: Faturamento SUS – Atendimentos Ambulatoriais: Técnicas e Rotinas que Reduzem Glosas e Aumentam o Desempenho Financeiro da Instituição de Saúde

CARGA HORÁRIA: 08 horas


1. Faturamento Ambulatorial
1.1. Tabela Unificada de Procedimentos (SigTap) – Procedimentos Ambulatoriais.
1.2. BPA Individualizado.
1.3. BPA Consolidado.
1.4. APAC – Autorização de Procedimentos de Alta Complexidade.
1.4.1. APAC – Medicamentos
1.4.2. APAC – Nefrologia
1.4.3. APAC – Oncologia (Quimioterapia e Radioterapia)
1.4.4. APAC – Bariatria
1.4.5. APAC – Laudos Gerais
1.5. RAAS – Registro de Ações Ambulatoriais em Saúde (PSI e AD)
1.6. Sistemas DATASUS Ambulatoriais
1.6.1. SIA - Sistema de Informações Ambulatoriais
1.6.2. BPA MAGNÉTICO
1.6.3. APAC MAGNÉTICO
1.6.4. FPO
1.6.5. Download / Instalação/ Exportações / Backup / DBSIA
1.6.6. SISRCA

2. Extração de Informações
2.1. A segurança de um backup
2.2. Inconsistências comuns no processamento do faturamento
2.3. A crítica da produção antes do gestor
2.4. Compare relatórios, verifique possibilidades
2.5. Informações sobre saúde (Índices e Indicadores)
2.6. Apresente resultados, gere gráficos, proponha melhorias

INSTRUTOR

EQUIPE MODERNA

CARGA HORÁRIA

24 horas

ÁREA DE ATUAÇÃO

In company